quinta-feira, 2 de maio de 2013

Atividades para Sala de Aula

Imagens tiradas da Internet
Trabalha Coordenação Motora, Linguagem e Sílabas. 
Material: Eva, tampinhas de garrafa pet, sílabas impressa em papel.
Objetivos: Este jogo pode ser usado numa infinidade de objetivos tanto com letras e números.
  • Psicomotricidade (movimento, corpo, coordenação motora);
  • linguagem Fonética;
  • Linguagem Silábica;
Sugestão pode ser usado tampinhas de cores variadas onde você poderá trabalhar cores também.

Classificador



Material: Eva preto - grosso, ou pode ser sola de sapato, e pregadres de roupa de madeira.
Objetivos:
  • Psicomotricidade (coordenação motora);
  • Quantidades, Cores, classificação.
Sugestão: Pode ser usado figuras de cores variadas onde você poderá trabalhar cores também. Este jogo também pode ser usado com múmeros, figuras e sílabas, somente sílabas para formar palavras.

 Quatro Operações

Material: Cartolina e pregadores de roupa madeira ou de plástico (coloridos)
Objetivos: Este jogo pode ser usado de forma bem variada, usando todas as operações matemáticas.
  • Psicomotricidade(coordenação motora);
  • Lógica e noção de quantidade;
  • Cores;
  • Operações matemáticas-adição,subtração, divisão e multiplicação;
Sugestão: A operação e os números usados devem ser de acordo com a idade e série da criança.


Material: Botões ou EVA, papel cartolina ou sulfite branco;
Objetivos: Este jogo pode ser até como uma lembrancinha de atividade como o dia do livro, dia da alfabetização ou até mesmo um trabalho de artes.
  • Psicomotricidade (coordenação motora);
  • Linguagem Fonética;
  • Letras do Alfabeto
Sugestão: Esse brinquedo pode ser confeccionado com números, alfabeto maiúsculo, minúsculo , vogais, nome do aluno, como também outros temas trasporte, higiene, Alimentação Saúdável, etc.

Material: Eva,cartolina, papel cartão, figuras impressas.
Objetivos: Temos aqui vários tipos de dados, excelente para trabalhar com o ensino infantil ao 3º ano do ensino fundamental.
  • Psicomotricidade (movimento, corpo, coordenação motora);
  • Cores, números, quantidades, letras e figuras, animais, cores, objetos, frutas;
Nesta atividade temos uma variedade de objetivos e uma gama de oportunidades que podem ser criadas. Dados de vários tamanhos, para criança jogar, classificar, identificar e um tapete com rostinhos para trabalhar afetividade, cores e sequência.



Material: Borracha de silicone (geralmente comprado em lojas de vendas a varejo de materiais de produções de sapatos e chinelos) papel cartolina ou papel cartão..
Objetivos: Trabalhar quantidades e conhecimento númerico.
  • Psicomotricidade (movimento,corpo,coordenação motora e equilíbrio);
  • Números, cores, quantidade.
Sugestão - podem ser usados diferentes cores de silicone, na imagem parece EVA mas não é o chamado de Borracha de Silicone de 5mm.

Material: 2 dados, massasinha de modelar , meia caixa de ovos;
Objetivos:
  • Psicomotricidade (coordenação motora fina);
  • Números, cores e quantidade;
  • Classificação, ordem, sistema decimal, etc.
Sugestão: Este jogo pode ser trabalhado até o 5º ano, mudando apenas os números que vc clocará no fundo. Uma outra sugestão é  que o número não seja desenhado mas sim feito em uma folha separada e apenas colocada no fundo, porque o professor poderá mudar quantas vezes quiser. Pode ser trabalhado em grupos ou individual, ou seja cada aluno pode montar o seu joguinho e levar para casa.

Material: Madeira, brinquedos de madeira e bonquinhos de tecido;
Objetivos: Os jogos símbolicos são uma importante fase nas crianças de 5 até os 8 anos.Através deles as crinaças expõem sentimentos guardados só para elas até então, comotambém reproduzems eu cotidiano, relacão com os pais, professores e amigos.
  • Psicomotricidade (movimento,corpo,coordenação motora);
  • Afetividade;
  • Socialização,; Linguagem falada; 
Sugestão: O ambiente pode ser variado, pode ser uma escola.Esta atividade é muito importante na prática psicopedagógica na fase de diagnóstico, mas também pode ser trabalhada no ensino infantil até o 3º ano. O facilitador deve incentivar que os meninos também brinque trabalhando assim temas como preconceito, machismo e respeito.
Material: Objetos diversos, folha de papel cartolina ou cartão com o desenho do contorno dos objetos.
Objetivos: a variedade de objetos dependerá dos eu objetivo específico.
  • Psicomotricidade (movimento, tato, coordenação motora, posição, espaço-temporal, etc;)
Sugestão: Esta atividade é recomendada para crianças com transtornos psciomotores, dificuldades de classificação, autistas e até com crianças deficiente visuais onde a modificação seria no contorno poderia ser usado uma cola corida ou glitter para a criança com deficiência visual classificasse sentido a textura do contorno e a forma do objeto.

Material: Números feito de Eva, silicone ou borracha, massinha caseira ou massa de modelar fabricada, palitos de dentes.
Objetivos: Noções de Quantidade.
  • Psicomotricidade (movimento,tato,coordenação motora);
  • Quantidade e números;
Sugestão: a variação dos números dependerá da série  e idade da criança.
É muito comum encontrar nas escolas crianças com transtornos psicomotores. Crianças que não conseguem segurar o lápis corretamente, letra é ilegível,algumas escrevem com tanta força que chegam a rasgar a folha, ou escrevem tão clarinho que não dá pra ler, outras não entendem o que direita e esquerda e muitos outros problemas . Atividades psicomotoras podem ajudar estas crianças a amenizar estes problemas. Incentivar a motricidade fina da criança pode ser feita tanto na sala de aula pelo professor quanto nas intervenções psicopedagógica.Nesta dica utilize um prego de tamanho grande para fazer os furos em um papelão ou papel cartão, use também linhas coloridas pode ser lã ou outra linha e para servir de agulha use um material de plastico ou vc pode usar um palito de dente, amarre a linha em uma das pontas e use a outra como agulha.

Outra dica de como usar esta atividade é usá-la com adultos. Muitos adultos depois de AVC, Acidentes automobilísticos , sem falar nas doenças degenerativas que comprometem profundamente a parte motora do individuo precisam ser estimulada constantemente. Além de que esta atividade estimulada a arte e pode até se transformar em uma fonte de renda.

Valorizar a atividade depois de pronta é uma parte muito importante e deve servir de avaliação. Pergunte a seus alunos o que eles acharam, se gostaram, o que fariam diferente, depois pegue todos os resultados e monte quadros com molduras de Eva e decore sua sala além de ficar lindo, vai valorizar o trabalho dos seus alunos, eles vão se sentir valorizados e isto terá reflexo em sua auto - estima.


Esta é mais uma dica de psicomotricidade com estimulo da motricidade fina usando linhas coloridas e costura em papel.é uma excelente dica para as aulas de arte.



Material: Lã de várias cores e uma grade de aluminio.
Objetivos:
  • Psicomotricidade (movimento, tato, coordenação motora fina, posição, espaço-temporal, etc;)
  • Paciência, equílibrio, posição, espaaço,etc;
Sugestão: Esta atividade é recomendada para crianças com transtornos psciomotores, crianças com sindrome de down, autistas, deficientes visuais ( habilidades com o tato).



Atividades para Trabalhar Leitura e Escrita
Nesta atividade foi usada caixa de fósforos. São muitas as variações com caixas de fósforos, podem ser feitas jogo da memória, dominós ou jogos que use as duas partes da caixa de fósforo como por exemplo esta aqui que usou personagens da Turma da Monica e letrinhas para forma o nome dos personagens. Você pode variar esta atividade em qualquer disciplina bastar mudar as figurinhas.

O uso do lúdico no momento da aula estimula a criatividade e imaginação da criança, além de facilitar o processo de ensino aprendizagem. Brincando a criança aprende com facilidade.Esta é uma que pode ser usada de várias formas por exemplo: Peça para o criança pescar uma letra, depois peça para a criança escrever em uma folha separada palavras inciadas com esta letra, ou coloque várias figuras colocadas em plaquinhas feita de cartolinas e a cada letra pescada peça para a criança identificar a figura correspondentes. As atividades lúdicas ajudam a memória de curto e longo prazo.

Muitas e diversificadas são as atividades que podem ser realizadas nos espaços psicopedagógicas e nas salas de aulas para incentivar as crianças no processo de alfabetização ou aquelas que estão em dificuldade. Trabalhos com tampinhas podem ser amplamente usados.

Mais uma dica usando caixa de fósforo. Esta você pode reunir sua turminha em círculo e espalhar todas caixas separadamente as partes para que seus alunos monte e encaixe corretamente. É interessante registrar também esta atividades pedindo que a criança escreva que palavra descobriu , faça o desenho da figura para estimular a memória visual e coordenação motora fina. ( Também é um ótica dica para oficinas e intervenção psicopedagógicas).

O varal de leitura é sempre um recurso que deve ser explorado em todas as séries. São muitas as formas que ele pode ser usado. Para mostrar os resultados de produções dos alunos, para colocar letras ou sílabas em ordem, montar palavras, nomes dos amigos ou seja é sempre uma boa dica o varal.O uso do prendedor de roupas ajuda no desenvolvimento psicomotor da crianças.(veja em nossos arquivos várias dicas de atividades com prendedores de roupa).

Buscando em sites e blogs sempre encontramos muitas dicas legais. Esta é um exemplo que pode ser usada de várias formas. Em forma de boliche, com argolas, jogos de obstáculos e a cada jogo pode-se colocar inúmeros objetivos formar palavras com a letra que caiu no boliche, ou que conseguiu atingir com a argola, colocar na ordem alfabética crescente ou decrescente são algumas das dicas que deixamos para deixar sua aula divertida e lúdica.





2 comentários:

  1. Parabéns por todas as sugestões de atividades! Gostei muito! São ideias fantásticas!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que gostou... Volte sempre para visitar o blog...!!! Obrigada!

    ResponderExcluir